AS QUATRO ATUALIZAÇÕES DA NFPA 2112 QUE PODEM MODIFICAR SEU PROGRAMA ANTICHAMA

A última versão da norma NFPA 2112 (Norma sobre Vestimentas com Resistência à Chama para Proteção contra Exposições Térmicas de Curta Duração originadas por Fogo) que entrou em vigor em 06 de setembro de 2017 trouxe quatro mudanças significativas que você deve conhecer ao escolher suas vestimentas e implementar seu programa de proteção antichama.

Terminologia:

A primeira mudança foi a substituição do termo “fogo repentino” para “exposições térmicas de curta duração originadas por fogo”. Essa terminologia foi desenvolvida na última versão da NFPA 2113 e agora é utilizada na versão da NFPA 2112 de 2018, inclusive no seu título. Apesar da mudança no titulo, a NFPA 2112 é ainda a norma melhor aplicável para os trabalhadores expostos aos riscos de fogo repentino.

Especificações das Vestimentas de sobrepor:

Os tecidos para isolamento térmico para baixas temperaturas foram regulamentados na última versão da NFPA 2112. O requisito inclui o ensaio de inflamabilidade para os materiais de isolamento térmico sendo realizado quando recebido e após 100 lavagens. O encolhimento térmico não será medido para materiais de isolamento térmico, nem será aplicado a metodologia de ensaio da ASTM F1930. Importante observar que a NFPA 2112 não cobrirá os conjuntos impermeáveis antichama. A norma ASTM F2733 continuará como referência oficial.

Requisitos de novos itens como capuzes, balaclavas e luvas:

A versão 2018 da NFPA 2112 aborda outros itens de EPIs além das tradicionais vestimentas. Os novos requisitos abrangem itens para proteção da cabeça e pescoço como capuzes e balaclavas. As luvas também são um novo item de EPI, projetadas especificamente para proteger as mãos e os pulsos. Esses itens atualmente não possuem um teste térmico com manequins; no entanto, a maioria dos requisitos de ensaios são os mesmos dos ensaios têxteis para vestimentas.

Definição dos Requisitos para o ensaio de manequim instrumentado ASTM F 1930:

Devido a variabilidade dos resultados encontrados na metodologia de ensaio da ASTM F1930, requisitos adicionais foram criados. Foram adicionados parâmetros de calibração, que agora exigem que o laboratório verifique a resposta do sensor a fluxos de calor adicionais antes do ensaio. Um outro requisito importante foi a introdução de um ensaio em uma peça-padrão como referência. Quando essa peça for ensaiada deve atingir resultados dentro de uma faixa pré-determinada para que os dados do ensaio sejam válidos e comparáveis com as outras vestimentas ensaiadas.

Todas as empresas têxteis devem ter os seus tecidos certificados com a versão 2018 da NFPA 2112 até o dia 6 de setembro de 2018, a partir desta data os tecidos que não estiverem na nova versão não serão considerados tecidos.

É importante entender como a edição de 2018 da NFPA 2112 modificará o seu Programa de Proteção Antichama. A Westex saiu na frente e já conta com toda a linha de tecidos certificados pela NFPA 2112 versão 2018. Nossa equipe pode ajudá-lo a analisar as modificações.

Entre em contato com a Westex® by Milliken® hoje para saber mais.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Please solve the equation below: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.